Vida Cristã

Escrito por Elton Melo

neemias dia16 paviocurto

Pronto, agora o negócio endoidou de vez. O texto nos diz que os inimigos se iraram de vez. Quando o falatório e a intimidação não funcionam, o inimigo parte para o confronto. Igual a um cachorro vira-lata, ele começa a latir e rosnar mais alto. Fico imaginando a cena, já devia ter gente “babando”.

 O clima e o barulho aumentaram e aí aparece em cena os “valentes” aqueles que deixam a diplomacia de lado e querem resolver na força. O inimigo se juntou para a agressão física. E a intimidação mais forte para parar a obra no grito. E olha que não tinha nem WhatsApp. Hoje satanás tem grandes aliados. O homem de “pavio curto” pode detonar com uma pessoa, uma ideia, até mesmo uma cidade inteira, postando coisas falsas e agressivas.

A reação de Neemias, é esplêndida, nos ensina que a oração ainda é a nossa melhor arma de ataque: oraram ao Senhor para ter forças para resistir. Isso mesmo, nada de correr da briga. Neemias nos ensina que o cão ladra e pode morder, mas que precisamos nos posicionar. Deus não faz nada enquanto não levamos o problema a ele.

Ao mesmo tempo, Neemias age proativamente. Além de orar ele coloca guardas de dia e de noite, vigiando os passos do inimigo.

Orar e vigiar – duas coisas pelas quais podemos ser derrotados. Sim, não é a capacidade do inimigo nem a nossa força que determinam uma vitória, mas a nossa atitude de levar diante de Deus um problema e nossa capacidade de confiar e fazer a nossa parte.

Diante da confusão, muitos servos de Deus reagem como o mundo, outros, deixam de orar, outros só oram e não vigiam. Vigia aí meu irmão.

Quer vitória? Posicione-se!

Aplicação pessoal: Quantas vezes você já ficou tão desanimado diante de um problema que até deixou de orar? Ou ainda, quantas vezes, orou e ficou apenas na oração? A sua oração tem sido passiva ou ativa? Como você pode mudar a sua oração a partir de hoje? 


Este texto faz parte do devocional Campanha de Jejum e Oração CIBI 2017, com base nos textos de Neemias. Estes devocionais foram feitos pelo pastor Elton Melo e podem ser livremente distribuídos. Se você fez esta campanha, escreva-se o seu comentário e se possível o seu testemunho: Elton Melo