Escrito por Elton Melo
Categoria:

Um grande número de pessoas lida diariamente com resoluções diante dos problemas que enfrentaram no passado. Quando iniciamos um novo ano, então, uma grande quantidade de pessoas faz excelentes resoluções. Mas a estatística chocante é que 80% destas pessoas desistem das sua resoluções pouco mais de 6 semanas, após resolver fazer algo. Isto demonstra que eles são incapazes de serem disciplinadas para irem adiante. Portanto, não importa quantas resoluções de Ano Novo façamos ou quão bem intencionadas estamos, é, em última instância, que cada um de nós tenha a determinação de realizá-las. Para aqueles ainda não fizeram as suas resoluções de ano novo, aqui estão alguns princípios norteadores para fazer você pensar:

Escrito por Eric Geiger
Categoria:

Os líderes são muitas vezes encorajados a liderar a 30 mil pés, o que é uma metáfora para liderar acima da rotina diária e pensar mais adiante, planejar com antecedência e navegar para o futuro. Assim como os aviões voam alto para se elevar acima da turbulência e acima das nuvens, levando a 30.000 pés, permite que um líder se eleva acima da urgência de hoje e estrategicamente pense e planeje o futuro. Mas, assim como é perigoso que os aviões voem demais (as companhias aéreas comerciais são limitadas a 45 mil pés), é perigoso quando um líder leva sua vida, sua organização a 60 mil pés, quando um líder sobe muito acima do trabalho (aqui no Brasil, diríamos que ele vive nas nuvens). Aqui estão quatro falhas do líder de 60 mil pés:

Escrito por Todd Wright
Categoria:

É nessa época do ano novamente! Não, não o Natal. É tempo de avaliação! Desde dezembro de 1993, tomei a última semana de cada ano para avaliar minha vida. Quando comecei este processo há vinte e três anos, fiquei frustrado, confuso e desapontado. Eu simplesmente "esperava" que meu futuro se tornaria melhor. Aprendi que a esperança não é um bom plano.

Escrito por Elton Melo
Categoria:

Resenha de leitura do livro "As 15 Leis do Crescimento" de John Maxwall (Editora CPAD). Fui presenteado com este livro e quero abençoar a sua vida com a resenha. a leitura aqui é resumida. a leitura deste livro é fácil e todos os princípios são voltados para o seu crescimento e desenvolvimento pessoal. O autor começa com algumas perguntas: Como eu consigo alcançar o meu potencial máximo? Essa é a grande pergunta do livro.

Escrito por Eric Geiger
Categoria:

Em uma cultura que valoriza tudo instantaneamente e luta esperando por qualquer coisa, os atalhos são todos delírios. Corte tornou-se mesmo uma palavra-chave para tomar atalhos, maximizar o tempo e fazer as coisas mais rapidamente. "Corte sua agenda",  "corte seu calendário", "corte sua reunião de liderança", "Corte sua vida ".

Eu não sou contra todos os cortes e atalhos, pois alguns atalhos são, obviamente, úteis e benéficos. Por exemplo, se um processo de trabalho puder ser executado em quatro etapas sem perder qualidade, então não há necessidade de torná-lo seis. Por todos os meios, pegue esse atalho. Mas há alguns atalhos que os líderes nunca devem tomar. E devemos ter cuidado para que nossa obsessão com a eficiência não nos afaste da eficácia. Muitas lideranças efetivas levam tempo e não oferecem atalhos. Aqui estão três áreas em que os líderes nunca devem tomar atalhos: